O processo de troca iônica baseia-se no emprego de resinas sintéticas, onde as mesmas sequestram os sais dissolvidos na água por meio de uma reação química, liberando íons equivalentes para água. A água bruta a ser desmineralizada com as resinas abaixo, deve previamente ser submetida a uma pré-filtração para remover os sólidos em suspensão (barro, areia e outros) e o cloro. A resina vai ficando pouco a pouco saturada com os sais retirados da água sendo tratada. Assim, é necessário que a água produzida seja monitorada frequentemente com o auxílio de um condutivímetro, para determinar quando deverá ser descartada e substituída por uma carga de resina nova. O nível máximo de condutividade que determinará quando a resina deve ser trocada dependerá do uso a que se destina a água purificada, sendo estabelecido pelo usuário para cada aplicação. Note que a resina, apesar de ser um sólido, é fornecida em litros, em embalagens de 1 litro ou em sacos fechados de 25 litros.

Resina mista RM400-1LTP
Resina mista tipo gel 40% catiônica e 60% aniônica pronta para uso. Indicada para sistemas de desmineralização de baixa vazão, polimento de unidades de troca iônica ou osmose reversa. Devido a sua capacidade operacional elevada é capaz de produzir água desmineralizada com boa pureza e livre de sílica.

Resina mista RM475-1LTP
Resina mista tipo gel 50% catiônica e 50% aniônica pronta para uso. Indicada para desmineralização em processo de eletro-erosão, aquarismo, farmácia, cosmético e outros.

Resina mista RM³710-1LTP
Resina mista tipo gel 40% catiônica e 60% aniônica pronta para uso. Resina com alto grau de pureza indicada para produção de água desmineralizada ultrapura utilizada na formulação de cosméticos e fármacos.

Resina abrandadora e desferrizadora RFD60-1LTP
Resina tipo premium utilizando tecnologia SST (ativação somente da coroa) que possibilita abrandar água com remoção de até 10 ppm de ferro. Permite remoção de outros metais como zinco, alumínio, bário e manganês (quando em baixas concentrações) em sistemas de potabilização.

Estas resinas são classificadas de acordo com a norma ABNT/NBR 10:004/2004 como isenta de contaminantes acima das concentrações limites estabelecidos pelo anexo G dessa norma. Tanto as resinas como suas embalagens são consideradas como resíduos sólidos, classe 116. Assim, podem ser descartadas em aterros com os métodos usuais para plástico que atendam a legislação vigente. Se contaminadas com outros elementos (metais pesados, por exemplo), deverão ser descartadas de acordo com o contaminante.

DenominaçãoDescriçãoUnidade
RM400-1LTPResina mista tipo gel 40% catiônica e 60% aniônicaLitro
 RM475-1LTPResina mista tipo gel 50% catiônica e 50% aniônicaLitro
RFD60-1LTPResina abrandadora e desferrizadoraLitro
RM3710-1LTPResina mista tipo gel 40% catiônica e 60% aniônica com alto grau de purezaLitro

< Voltar para todos os produtos Carrinho de Orçamento >